Victoria Beckham e Bono Vox criam ações para o Dia Mundial de Luta contra a AIDS

Camiseta criada por Victoria Beckham em prol da luta contra a Aids
Camiseta criada por Victoria Beckham em prol da luta contra a Aids

Após o “Outubro Rosa” e o “Novembro Azul”, campanhas que promovem a prevenção ao câncer de mama e próstata, o último mês do ano é marcado pela cor vermelha. No primeiro dia de dezembro acontece o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, e para apoiar a a data, Victoria Beckham e a (RED), campanha de Bono Vox, lançam produtos que terão os lucros destinados às instituições que abraçam a causa.

A estilista Victoria Beckham desenvolveu especialmente para a data uma camiseta para dar suporte à UNAIDS, programa das Nações Unidas que tem como intenção ajudar e criar soluções contra a doença. Beckham é também embaixadora do programa. A t-shirt estará disponível em sua loja online e na flagship na Dover Street, em Londres. A camiseta custa US$ 294 – cerca de R$ 1 mil – e 100% do valor será destinado à UNAIDS. Em entrevista ao WWD, Beckham comenta que ainda existe um longo caminho para o combate total à  epidemia da AIDS. “O grande esforço global tem criado resultados, mais e mais pessoas têm acesso ao tratamento e serviços de prevenção. Mas ainda não estamos lá. Ainda existem pessoas que são deixadas de lado pela desigualdade de gênero, estigma, discriminação e falta de pesquisas. “Estou orgulhosa de tomar uma posição, falar sobre a mudança e caminhar em direção ao nosso objetivo em comum, que é acabar com a AIDS”, declarou a designer.

O líder da banda U2, que desenvolve e apoia vários projetos humanitários, possui uma campanha que completa dez anos em 2015, a (RED). A intenção é conscientizar e mobilizar a população mundial a lutar contra a AIDS. A banda e outros convidados, como Miley Cyrus, Hozier e Jessie J irão se apresentar esta noite, no Carnegie Hall, em Nova York, em prol da campanha de Bono. A Gilt  irá disponibilizar, à partir de hoje, 100 produtos da Red, como bolsas e camisetas. A (RED) já conseguiu arrecadar US$ 324 milhões, que deram suporte ao setor privado para auxiliar na luta contra a doença.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×