Yeezy, de Kanye West, traz misto de performance artsy fashion com audição musical

Cena geral do desfile performance da Yeezy Season 3, de Kanye West, no Madison Square Garden
Cena geral do desfile performance da Yeezy Season 3, de Kanye West, no Madison Square Garden

Performance fashion com audição
Nem um desfile, nem um show musical. O evento de lançamento, nesta quinta (11), durante a semana de moda de Nova York, da terceira coleção da Yeezy, marca de Kanye West patrocinada pela Adidas, foi um misto de performance conceitual fashion e audição do novo álbum do rapper, intitulado “The Life of Pablo”. No Madison Square Garden (NY) lotado de 20 mil pessoas, West não cantou ao vivo suas músicas durante o desfile, tampouco os modelos andaram pela passarela: ficaram o tempo todo parados enquanto o rapper colocava, desde seu laptop, as músicas de seu novo disco.

+ Veja a coleção completa da Yeezy Season 3, para o Inverno 2017

 

Casting quase todo negro de homens e mulheres com biotipos diferentes no desfile da Yeezy dirigido por Vanessa Beecroft
Casting quase todo negro de homens e mulheres com biotipos diferentes no desfile da Yeezy dirigido por Vanessa Beecroft

Casting negro
Quase todo o casting vestindo a coleção da Yeeezy Season 3 era composto por mulheres e homens negros, divididos por gênero em duas plataformas e misturados entre modelos e não modelos. Quando o público chegou, toda a coleção já estava no palco, coberta por uma grande lona bege, estufada como um pára-quedas com o casting dentro.

 

Naomi Campbell, que fez participação especial e desobedeceu orientações de Vanessa Beecroft
Naomi Campbell, que fez participação especial e desobedeceu orientações de Vanessa Beecroft

Atitude dos modelos
Responsável pela direção do desfile da Yeezy pela segunda vez (ela também assinou o conceito do show do ano passado), a artista italiana Vanessa Beecroft orientou  os modelos a manterem uma atitude cool, nada sexy, sem movimentos bruscos ou sorrisos. Também não deveriam sentar-se todos ao mesmo tempo caso se cansassem de ficar em pé parados. Convidada especial do desfile, Naomi Campbell quebrou todas as regras sorrindo e requebrando com a mão na cintura, paramentada com um casaco de pele preto. Veronica Webb e Liya Kebede foram as outras supermodelos negras que fizeram participação especial no show.

 

Looks da Yeezy Season 3, desfilados nesta quinta (11)
Looks da Yeezy Season 3, desfilados nesta quinta (11)

Coleção
O sportswear dá a tônica da coleção da Yeezy, que ganha linhas e cores minimalistas, em tons terrosos numa variação de beges, laranjas, vinho, verdes e marrons. A cartela de cores e os recursos de modelagem como os moletons oversized, tops curtos de ginástica sobrepostos a macacões e bodies justos e jaquetas e calças amplas tanto no masculino como no feminino dão um ar cool ao Inverno 2017 da grife que está longe, porém de poder ser considerada “conceitual”.

+ Veja a coleção completa da Yeezy Season 3

 

Kanye West faz agradecimentos durante o desfile da Yeezy para o Inverno 2017, em Nova York
Kanye West faz agradecimentos durante o desfile da Yeezy para o Inverno 2017, em Nova York

Hermès
Num dado momento do desfile, entre agradecimentos à Adidas por patrocinar o desfile e à editora de moda Carine Roitfeld por colocar a mulher do rapper, Kim Kardashian, na capa de uma revista de moda (a CR Fashion Book), Kanye West soltou a seguinte informação: “Um dos meus sonhos é ser diretor criativo da Hermès. Quero trazer o máximo de beleza possível para o mundo.” Então tá!

 

A família Kardashian foi toda de branco e rosa com looks assinados por Olivier Rousteing, by Balmain
A família Kardashian foi toda de branco e rosa com looks assinados por Olivier Rousteing, by Balmain

Kardashians
Kim e sua família Kardashian/Jenner, incluindo Kendall, Caitlyn e a filha de Kim, a pequena North West, de dois anos, sentaram-se na arquibancada todas de rosa e branco, com casacos de pele em looks Balmain assinados por Olivier Rousteing, que recebeu agradecimentos públicos de Kanye West pelo apoio fashion à mulher dele.

Tidal
Criado em 2014, o Tidal virou “a” plataforma de distribuição digital de músicas dos artistas, com uma parte comprada por Jay-Z e outras por músicos como Madonna, Rihanna e o próprio Kanye West. Houve transmissão ao vivo do desfile pelo Tidal.com, mas a plataforma não agüentou o volume de acessos e travou várias vezes.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×