Supernova : 8 novidades da música para descobrir > 06.11

captura-de-tela-2020-11-06-as-09-49-08

Por Isadora Almeida 

Sejam bem-vindos ao espaço dedicado à nova música no FFW.
Nos encontraremos toda sexta-feira por aqui com uma seleção dos lançamentos mais legais e interessantes do cenário musical nacional e internacional. Seja um clipe, música ou novo artista que descobri nos últimos dias. Uma curadoria de peças audiovisuais que, de alguma forma, me emocionaram ou chamaram minha atenção, seja pela estética sonora ou visual.

Dizzee Rascal & Chip – E3 AF

O nome do novo álbum indica de onde Dizzee Rascal vem. Londrino nascido e criado, E3 é o código postal do leste de Londres, lugar em que ele e o grime cresceram. Ele que tem descendência nigeriana e ganense traz “af” como uma sigla para africano, então o nome do álbum seria algo como “africano da E3”.

Gravado inteiramente em Londres nos últimos três anos, o álbum se baseia na música negra que é produzida na cidade, especialmente na cena grime que nos últimos anos vem ganhando os holofotes ao redor do mundo com artistas como Stormzy e Skepta. Vale lembrar que lá em 2003 com o álbum de estreia Boy In Da Corner foi ele que apresentou o grime para muita gente. Eu sou um exemplo vivo.

E3 AF coloca Dizzee novamente no mapa como um dos maiores representantes do gênero. Lançamento da Dirtee Stank Recording. 

Duda Brack – TOMA ESSA

Essa semana a gaúcha Duda Brack lançou seu novo clipe, da música TOMA ESSA, que faz parte do segundo álbum da cantora prometido para o próximo ano. Trabalho lindo com direção da própria Duda, Ana Campos e Rebeca Brack que conta com a participação de Ney Matogrosso e do ator Gabriel Leone. 

Uma das melhores faixas já lançadas por Duda Brack foi composta por Bruna Caram e co- produzida em parceria com Felipe Roseno e Ventura. O álbum vai ser lançado pelo selo Matogrosso, Alá. 

Gorillaz – Song Machine Season One: Strange Timez

Lá atrás quando a banda “em desenho animado” Gorillaz apareceu com o álbum de estreia era surreal pensar que um projeto tão conceitual fosse tão pop ao mesmo tempo. A genialidade de Damon Albarn vocalista e líder da banda, que tem outros vários projetos musicais entre eles o Blur (apenas uma das bandas mais importantes do Reino Unido), fica evidente em Song Machine, Season One: Strange Timez. Talvez Albarn tenha achado a fórmula da “renovação” ( e sucesso) mais de 20 anos depois da estreia, já que o sétimo álbum é um dos melhores da carreira, principalmente por trazer um ar fresh que se deve quase totalmente pelas várias participações ao longo das 17 faixas.  

O álbum é uma surpresa agradável para os fãs da banda e para aqueles que gostam de novos nomes. Para destacar alguns nomes da nova cena;  slowthai, CHAI e Octavian. Já da velha guarda você encontra Robert Smith, Tony Allen e Elton John. Lançamento da Parlophone. 

Tierra Whack – Dora

Tierra Whack é uma das rappers mais interessantes que apareceram nos últimos anos. A artista natural da Filadélfia, Pensilvânia lançou em 2018 o bom álbum de estreia Whack World. Agora ela volta com o ótimo single Dora que traz um clipe cheio de estímulos visuais, muitas cores e “loucurinhas” dirigido por Alex Da Corte. Lançamento da Interscope Records. 

Sinead O’Brien – Most Modern Painting

Sinead O’Brien guarde esse nome. Ela é uma poetisa punk irlandesa que apareceu na cena musical em 2018 com o interessantíssimo single A List of Normal Sins que logo pode te remeter a nomes como PJ Harvey, mas com o adendo de uma esquisitice moderna tipo a do Fat White Family. 

Drowning in Blessings é o EP de estreia da cantora, lançado em setembro e produzido pelo produtor londrino “do momento” o incrível Dan Carey (black midi, Fontaines D.C. e Kate Tempest). O’Brien proclama as palavras em uma cadência própria deixando as músicas mais ricas e interessantes ao longo que os minutos passam. Ótima pedida para quem procura um som com requinte de detalhes. Lançamento da Chess Club.

Greentea Peng – Revolution

Revolution é o novo single da maravilhosa cantora londrina Greentea Peng. Sem perder tempo, ela manda logo nos primeiros 15 segundos de música “Feels like a revolution/ But who’s revolution/ As we search for solutions/ Seems like no resolution”.

Ela que é um dos nomes mais promissores do Reino Unido lançou outros dois ótimos singles esse ano Hu Man e Ghost Town. 2021 deve ser o ano em que ela vai dar passos mais largos rumo a dominação mundial, leia isso como uma grande turnê e álbum de estreia na rua. Lançamento da AN AMF Records. 

RROCHA – RUA (Capítulo 3)

RUA é o Capítulo 3 de Conterrâneos Estrangeiros, primeiro álbum/livro/filme de RROCHA. Esse é o primeiro trabalho de Rafael Rocha, desde que sua ex-banda (Wannabe Jalva) entrou em hiato. O trabalho é totalmente independente e feito com muito esmero. 

Em e-mails trocados o músico me contou sobre a concepção do belíssimo vídeo. “Filmamos tudo no extremo sul do Brasil, lá em Pelotas, e to muito feliz com o resultado. Muito por conseguir explorar uma versão do Rio Grande que não é tão mostrada normalmente, mais contemporânea e surrealista, sem perder as raízes. Talvez o trampo mais legal que já tenho dirigido e criado.” O vídeo/curte/clipe tem a direção do próprio Rafael e de Antônio Torriani.

Jade Bird – Headstart

Headstart é o primeiro gostinho da nova fase, ou se preferir, do álbum número dois da cantora britânica Jade Bird. Ela que lançou o álbum de estreia ano passado e fez certo barulho na cena pop-rock já promete o novo trabalho para 2021.

A cantora disse que “Headstart surgiu de uma viagem que fiz ao norte do estado de Nova York no início do ano. É uma música bem alegre, sobre gostar de alguém que simplesmente não consegue ver os sinais, e lançá-la parece uma forma de dar uma um pouco de alegria para o final do ano.” Realmente, uma música gostosinha pra curtir nessa reta final de um ano tão conturbado. Lançamento da Glassnote Music.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×