04.12.2020 / Música / por

Supernova: os oito melhores covers de 2020

Lianne La Havas / Reprodução
Lianne La Havas / Reprodução

Por Isadora Almeida 

Sejam bem-vindos ao espaço dedicado à nova música no FFW. Nos encontraremos toda sexta-feira por aqui com uma seleção dos lançamentos mais legais e interessantes do cenário musical nacional e internacional. Seja um clipe, música ou novo artista que descobri nos últimos dias. Uma curadoria de peças audiovisuais que, de alguma forma, me emocionaram ou chamaram minha atenção, seja pela estética sonora ou visual.

@almeidadora

_

Na reta final de 2020 trago três especiais para destacar os melhores lançamentos de 2020. E pra começar a Supernova de hoje traz os oito melhores covers de 2020.

Que Coisa É Essa, O Amô? – Everytime

Já falei aqui sobre o Que Coisa é Essa, o Amô? projeto de Felipe Marino e Paula Hering, que lançou esse ano os EPs Lovefi Vol. I e Lovefi Vol. II. A última faixa do segundo EP é um cover para Everytime, uma das músicas mais delicadas da princesa do pop Britney Spears. A releitura ajuda a quebrar o preconceito que algumas pessoas ainda insistem em ter quando o assunto é música mainstream e música alternativa. O cover é um encontro perfeito das duas frentes, mostrando que deveria ser sempre assim, universos colidindo lindamente.

Orville Peck – Smalltown Boy

O misterioso cantor canadense Orville Peck conhecido por não revelar o rosto, que se apresenta e dá entrevistas sempre vestindo máscaras cheias de franjas, lançou meu cover favorito de 2020. Smalltown Boy, hit do Bronski Beat dos anos 80 foi a escolhida. A letra de Jimmy Somerville, vocalista do Bronski Beat, fala sobre a infância e adolescência vivida pelo cantor em que a opressão vivenciada pelo ambiente familiar em uma cidade pequena devem ser esquecidas, ou seja, sair desse lugar e procurar viver em liberdade é a saída possível. Somerville e Peck são esses smalltown boys, que precisam sair de casa para viverem o que realmente são. A capa é uma foto de Peck na infância com um chapéu de cowboy e um lenço cobrindo metade da cara, premonitória em vários sentidos.

Mattiel – Guns Of Brixton

Como fazer um belo cover de uma das músicas mais importantes do punk britânico? Bom, essa resposta vem com a versão da cantora australiana Mattiel que em julho soltou Guns Of Brixton do álbum seminal London Calling do The Clash. A releitura dub de Mattiel deixou a música de 1979 com um ar ainda mais timeless. Quem não conhece a versão original pode tranquilamente achar que a faixa é composta por Mattiel, ela rouba a cena da melhor maneira possível.

Arlo Parks – Creep

Favorita aqui na Supernova, Arlo Parks, cantora britânica, promete sua coroação musical no próximo mês, quando o álbum de estreia chegar de maneira física ou digital aos ouvidos do mundo todo. E foi em junho deste ano estranho que Parks lançou um cover lindo para o clássico Creep da gigantesca banda Radiohead. A cantora só precisou de um piano, muito sentimento e a voz angelical (marca registrada de Parks) para um dos melhores covers do ano.

Lianne La Havas – Weird Fishes

Outra cantora britânica que resolveu prestar homenagem ao Radiohead foi a maravilhosa Lianne La Havas, que lançou o álbum autointitulado em julho, em que uma das faixas é o cover para Weird Fishes. Se não bastasse a música ser um dos pontos altos da carreira do Radiohead, La Havas eleva a história criando novas texturas vocais e um universo super pessoal que em certos momentos você até esquece que a composição é do Radiohead.

Hoops – Don’t Panic

Antes de acabar, sim, não existir mais como banda, o trio norte americano Hoops lançou um cover delicioso de Don’t Panic música que abre Parachutes (2000) álbum de estreia do Coldplay. Talvez pelo ano que vivemos a letra ainda faça mais sentido.

Whitney – Hammong Song

Hammond Song é um clássico da década de 1970 do grupo The Roches que ganhou um cover lindo do duo norte americano Whitney. A faixa faz parte do álbum Candid, quarto trabalho da dupla, que foi lançado em agosto e conta com dez covers que vão de artistas como John Denver, David Byrne e Brian Eno.

Karen O & Willie Nelson – Under Pressure

Karen O, eterna vocalista do Yeah Yeah Yeahs uniu forças a Willie Nelson nada menos que uma lenda da country music norte americana para um cover super delicado para Under Pressure, o clássico de David Bowie e Queen.
Mais um caso em que a letra da música conversa diretamente com os sentimentos que vivemos em 2020.


Relacionadas


Veja Também

Assine a newsletter do FFW

Seja o primeiro a ter acesso a conteúdos exclusivos. Nós chegaremos ao seu email semanalmente quando tivermos algo realmente cool e relevante para dividir.

×